Acentuação é seu problema?

Hoje tivemos problemas numa avenida importante de São Paulo, devido às chuvas. Aqui está o aviso luminoso que alertava os motoristas:


 

Na mensagem do luminoso há uma falha de acentuação – você percebe?

Como você lê a palavra “intransitável”? Se você tivesse um cãozinho de estimação chamado “intransitável”, como você gritaria o nome dele? Observe que ao gritar o nome do seu cãozinho imaginário, sua voz faz mais força nesta sílaba que estou deixando em negrito:

intransivel

Você nota isso?

O acento serve para indicar a sílaba mais forte, quando se fala!

No anúncio acima o acento está em lugar errado.

Claro que há regras de acentuação, e tal, mas na hora da escrita você não vai lembrar delas… tente usar essa dica de imaginar que você está chamando um cãozinho com aquele nome! É meio  louco, mas ajuda você a notar em qual sílaba da palavra você imprime mais força!

_____________________________

E se você falar com o leitor na redação?

Adivinhe qual gênero vai cair na Unicamp…

Anúncios

Detalhes muito tristes – de verdade!

Outro dia falei sobre o uso de “bastantes” e “bastante“, e os relacionei com o uso de “muitos” e “muito” respectivamente.

Mas sabia que “muitos” e “muito” também é uma dúvida hoje, até entre jornalistas de empresas famosas!? Veja aqui como NÃO usar “muitos”:

“detalhes muitos tristes”?! 😮

Não! Os detalhes são muito tristes!

Aqui “muito” serve para intensificar o que vem depois, não se trata de contar numericamente alguma coisa, apenas de dar intensidade, você percebe? Espero que sim…

______________________________

Escolhendo curso de redação?

Eu aqui e minha colega no Rio!