“Tenho medo de fazer introdução curta…”

Dúvida da minha mais nova aluna virtual, uma vestibulanda:

“Aprendi que a introdução deve contextualizar e atrair o leitor para o texto, por isso deve haver uma “apresentação” antes da tese. Se eu só colocar  a tese, além de ficar muito curtinha (isso dá um medo! Hahaha), eu não perderei nota por não desenvolver a introdução?”

 

A introdução pode contextualizar, é opcional, isso você decide com o treino, não há nota a mais para quem contextualiza. Sua tese já vai atrair o leitor para o texto – no vestibular o leitor vai ter que ler o texto mesmo que não se sinta atraído :D.

Eu entendo o medo que puseram em vocês os impede de escrever uma simples frase curta. Mas introdução não  se desenvolve. A partir do momento que você começar a desenvolver a introdução você já está argumentando; e se você já está argumentando… já deveria estar no segundo parágrafo. Não caia nessa, não “gaste” seus argumentos na introdução.

 

Quebre seu bloqueio agora mesmo – ouça meu áudio

E quando sua redação fica curtinha? Como é que faz? 😦

Desculpe, mas se você não lê em inglês, você não conhece a internet… 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s