Como eu começo a introdução?

Eu contei para uma internauta que vai prestar Enem que contextualização na introdução é opção dela, não é obrigatório.

Ela me perguntou:

“Então como eu vou começar a introdução?”

 

Essa pergunta evidencia uma ideia de que não se pode fazer uma introdução com apenas uma frase! Mas se pode! E essa frase é a tese!

Claro que você pode contextualizar (e existem várias formas de aumentar uma introdução com charme), mas você não é obrigado a fazer isso, entende?

Não se force a isso, o importante é a tese mesmo.

 

Aula grátis, aula pela metade do preço… quer uma?

Comece do zero com este ebook sem regras!

Sabe aquele branco quando você vai escrever o parágrafo III?

Anúncios

6 respostas em “Como eu começo a introdução?

  1. Professora, quero lhe informar de algo:

    Existe uma menina chamada Débora Aladim que tem um vídeo muito famoso no youtube, com o título de “COMO FAZER REDAÇÃO MODELO ENEM”. Nesse vídeo, ela diz frases prontas para os alunos usarem, como “Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse.” e a frase do Immmanuel Kant, que diz: o ser humano é aquilo que a educação faz dele.”

    Vi no grupo do face aluno dizendo que extraiu de livro e blablabla, tudo mentira!
    Copiar de um vídeo não é problema, o problema é negar que o fez! Isso é desonesto e revoltante!

    Curtido por 1 pessoa

    • ahahahaah…. sério que tem um vídeo assim?! ai eu me divirto com isso! Mas é o retrato da educação no Brasil, aquele que vocês criticam (eu também)! 😀
      É assim… te dão uma palavra mágica e você vai escrevendo o resto da vida feito carimbo… Você não sabe como é tedioso ler redações do Enem, meu caro!
      Nem vi esse comentário do aluno dizendo que tirou de livro 😀

      Curtir

  2. Os principais vídeo dela que a galera copia são estes:


    Agora vem a pior parte: uma professora copiou essa menina do vídeo e espalhou o conhecimento plagiado. Inacreditavelmente, ela ainda foi extremamente elogiada (não perceberam a fraude) pelo seu brilhante e engajado “trabalho”. Eis o link da matéria:

    http://www.megacurioso.com.br/educacao/100910-professora-de-redacao-cria-esquema-valioso-para-enem-e-conteudo-viraliza.htm

    Curtido por 1 pessoa

    • meu caro Michael, vi o primeiro vídeo. Eu não sabia que eram vídeos de uma aluna! Lá pelo minuto 7 ela comete aquele erro do verbo “fazer” (“se você fazer”), ela insiste que impasse e problema são a mesma coisa (não..não são.. não existem sinônimos perfeitos) e também inventa que a redação tem que ter 4 parágrafos. Mas não critico alunos, inclusive ela é bem comunicativa.
      Ela “sacou” completamente o estilo massificante do ensino no Brasil e tenta passar uma fórmula. Mas 90% dos alunos que aparecem aqui aprenderam essas fórmulas e continuam não conseguindo ser CLAROS! Não sabem nem como começar! Levam 2 horas para escrever isso tudo que parece tão fácil! E aí… eu destruo todas as fórmulas deles senão a coisa não vai…

      Eu gostaria de saber qual a opinião dessa jovem do vídeo sobre clichês. Eu juro que não suporto mais a frase do Kant 😦

      (depois vejo os outros! 😀 )

      Curtir

    • sobre o segundo vídeo… não… infelizmente nós NÃO conseguimos pensar em duas coisas ao mesmo tempo 😦 … quando fazemos a prova de língua estrangeira NÃO conseguimos pensar na redação. E as citações ahahah , lembro de um aluno que foi ensinado a decorar frases assim. Ele escrevia as frases. Só! Não vinha nada além disso! 😀

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s