Boa notícia: pode repetir palavras na redação!

Ah, a regra de ouro para fazer uma boa redação: não pode repetir palavras!

Quem nunca aprendeu essa bobagem?

E digo mais: é a segunda bobagem que mais bloqueia alunos! Imagine só o aluno escrevendo e CONTANDO palavras ao mesmo tempo!

E imagine que além de contar palavras esse aluno terá de buscar um sinônimo para cada palavra que estava repetida! Como não há sinônimos perfeitos (foi isso que você aprendeu, não foi?), o texto vai começar a perder a coerência, lógico! Inclusive acontece de o texto ficar sem coesão, o que é muito sério!

O professor que ensina essa bobagem certamente  é do tipo que enquanto lê um texto vai contando as palavras repetidas, não é? Não é meu caso, eu me interesso pelo que o texto me diz, não perco tempo contando palavras…

Lembro um aluno meu que escreveu 30 linhas sobre as crianças de hoje. Ele acreditava que não podia repetir palavras por isso ficou muito preocupado em eliminar a palavra “criança” que estava por todo o texto. Perdeu um bom tempo nesse jogo de substituir palavras.

Lógico: se o texto é sobre crianças, a palavra “criança” vai ser repetida, concorda?

Pois bem, ele me mostrou seu texto pronto em que apareciam “criança”, “pequeno”, “pimpolho” e “infante”.

Quandorisada eu li a palavra “infante” morri de rir! O único infante do qual posso me lembrar é o infante D. Henrique, dos livros de História! Não tinha a ver com o que ele queria dizer…

Pra que isso?!

Escrever é tão fácil, pra que torná-lo algo tão difícil… ein, professores?! Prestem mais atenção ao que seus alunos querem dizer e menos atenção a “pelos em ovo”. Vocês também vão sentir mais prazer em ensinar!

 

Numa redação nota 1000 do Enem, do ano de 2015, há o seguinte trecho:

É importante pontuar, de início, que a abusiva publicidade na infância muda o foco das crianças do que realmente é necessário para sua faixa etária. Tal situação torna essas crianças pequenos consumidores compulsivos de bens materiais”. 

Você achou ruim essa repetição? Essa repetição foi fundamental para a coesão!

 

Quando você notar repetição de palavras e achar que não ficou bom, pense um pouco antes de ir apagando… minha aluna, Flávia, candidata a RI, que ficou tensa quando viu esta repetição numa redação dela:

“O homem tenta controlar seu futuro por meio de superstições que controlam parte de sua vida.”

Ficou feia mesmo essa repetição, porque as palavras estavam muito próximas, e isso deu um “eco” desagradável. Mas… não precisamos eliminar uma delas! Veja só como ficou com a correção:

“O homem tenta controlar seu futuro por meio de superstições que, por sua vez, controlam parte de sua vida.”

Viu só que efeito bom deu na frase?! Deu a entender que a repetição foi proposital, não sem querer, e com uma intenção de reforço da ideia!

 

Portanto,  meu caro aluno e minha cara aluna, existem repetições desagradáveis que nós fazemos sem perceber e são corrigidas no rascunho (claro que você lê em voz alta, não lê? espero que sim…), e existem também as necessárias, feitas de propósito para reforço de ideia ou coesão! Não vá sair substituindo palavras a torto e a direito…

 

Se você é professor, dê uma olhada na gramática do professor Ataliba Castilho. Ele dedica uma parte à importância da repetição num texto – sem ela a sequência pode ficar  perdida! Ensine isso a seu aluno!

Se você é aluno, liberte-se! Não siga regras!

 

Nos cursos do escrevacerto.webnode.com não há regras.

***

Divirta-se um pouquinho com esta bizarra regra que um professor de São Paulo criou…

E… você sabia que pode falar de coisas pessoais na redação pra vestibular? 😮

Anúncios

14 respostas em “Boa notícia: pode repetir palavras na redação!

  1. Pingback: “Para o Enem não pode repetir palavras!” | escrevacertoblog - quebrando o tabu da redação

  2. Senhora, sou professor aposentado no interior de SP, lecionei português para ensino médio por muitos anos, e gostei muito de ler o que posta em seu blog. Não sei por quê, mas hoje existem estranhas regras para fazer uma dissertação, que não sei se ajudam realmente. Parece que escrever hoje é bem mais difícil por isso. A bem da verdade, não existia aula de redação quando lecionei, tínhamos redações de quando em vez. Mas os alunos escreviam com mais soltura. Claro que depois elas eram corrigidas e lidas e isso deixava claro aos alunos o que funcionava, o que ficava bom. Portanto era intuitivo; e lia-se com mais atenção, na minha opinião, então se fixava mais as estruturas da escrita. Hoje parece que tudo é novo, ninguém sabe escrever nada, ninguém tem memória de como se escreve porque não lê, e repentinamente precisa escrever redações de vestibular e muito boas! De preferência para tirar 10. Então incluem-se frases de filósofos nunca estudados, substituem-se palavras repetidas sem avaliar o impacto no texto, força-se a impessoalidade como se dizer “eu” fosse errado… e no fim é como diz a senhora: há um travamento e não se escreve mais nada. Acho que a senhora tem um trabalho árduo pela frente, espero que tenha sucesso!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: O dilema da repetição de palavras | escrevacertoblog - quebrando o tabu da redação

  4. Pingback: Não pode mais usar “cujo”, “que” nem “o qual” – jura?! | blog do curso Escrevacerto

  5. boa tarde, meu nome é Bruna, vou prestar vestibular para jornalismo. Li vários posts seus e gostei bastante, muita coisa que eu não sabia. Meu caso é o seguinte: eu não me dou bem com cursos em grupo, eu já fiz um e comecei outro no ano passado mas sabe quando a redação não evolui?? Eu precisava urgente de alguém pra ler minha redação e já me falar o que eu preciso melhorar, vc faz isso no seu curso? agradeço e espero a resposta.

    Curtido por 1 pessoa

    • oi Bruninha, meu curso é EXATAMENTE isso, ele não tem regra nenhuma, teoria nenhuma, nenhuma apostila, nenhum professor falando falando falando… e isso dá tão certo que é o curso mais rápido que existe. Vou te enviar por email umas opções pra vc escolher, tá? beijo 😀

      Curtir

  6. oi pofessora eu estou no 3o. ano de cursinho e pretendo prestar medicina este ano, eu já fiz um curso de redação faz dois anos atrás. Se eu fizer o seu curso eu preciso começar do zero? Meu problema é que eu às vezes tangencio o tema.

    Curtir

    • oi Marina, obrigada pelo contato. Ótima pergunta! Aqui você vai começar do nível que estiver, até porque eu não vou te dar matéria, eu vou fazer você treinar sua redação, entende?
      Então não tem isso de “começar do zero”. E… infelizmente você vai perceber que muita coisa que aprendeu em redação não vai ajudar você… Vou pedi pra vc escrever para escrevacerto@hotmail.com se decidir dar um jeito nesse seu problema…

      Curtir

  7. prezada professora, sou uma dentista que decidiu correr atrás do meu velho sonho, medicina. Para isso vou começar um cursinho, depois de velha, para prestar vestibular. Eu não era má aluna em redação, mas já faz um tempo enorme que não escrevo nada. tenho medo de não conseguir competir com essa garotada. Que tipo de curso você sugere pra mim? eu estou em Bragança Paulista, posso ir até a capital se for o caso. Agradeço muito.

    Curtir

    • oi Renata, bem vinda, você é mais uma “velha” a encarar o vestibular! Não tem ideia de quanta gente mais velha está nessa vida… Os mais velhos têm uma vantagem automática nas redações: maturidade. Os mais velhos não dependem de senso comum, são eles mesmos e isso é valorizado demais, especialmente nas faculdades públicas. Vocês não têm aquela redação padronizada e chatinha dos cursinhos e colégios!
      Vc pode fazer meu curso presencial, se puder vir à capital uma vez por semana, mas meu curso pela internet é IGUALZINHO. Veja aqui qual vc prefere.. Bons estudosssss

      Curtir

  8. Boa noite professora! Com todo nervosismo na hora da redação acabei escrevendo a mesma frase duas vezes, e quando vi não havia mais tempo de reparar o erro. É um erro muito grave? Agradeço desde já!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s