Dicas para professores de redação

Semana passada presenciei um professor de redação dando uma primeira aula para um aluno, num parque de São Paulo.

Como tenho vários seguidores (e alunos) professores, vou comentar algumas coisas que nós, professores, fazemos, mas que não dão certo.

A primeira observação é sobre a feição do professor.

Professor com cara amarrada, sério, é um primeiro bloqueio para o aluno. Observem que o professor de português, na memória dos alunos, é alguém de cara amarrada, que não se comunica (ironicamente). Ninguém gosta de professor assim, e ninguém se comunica bem com alguém assim. Treine sorriso. Isso pode ser treinado até com dicas de livros de autoajuda. Seja o primeiro a sorrir.

A segunda observação é sobre perguntas teóricas

Não pergunte ao aluno se ele domina a norma culta, se ele escreve bem… Isso é muito vago. Aliás… o que é a norma culta a cabeça de um aluno de vestibular (seria a Dona Norma?!)?

Faça perguntas centradas nos sentimentos do aluno! Pergunte como ele se SENTE ao escrever, se ele tem algum medo de escrever… sentimentos, por favor!

A terceira observação é sobre o foco de atenção do professor

Enquanto o aluno faz algum exercício, o professor jamais deve olhar o celular, ou a internet. Este professor especificamente, cuja aula assisti de longe, olhava seu facebook enquanto o aluno escrevia uma redação durante uma hora! Tenha respeito pelo aluno e mostre a ele que você está o tempo todo da aula interessado em ajudá-lo. Ignorar aluno é coisa já comum em escolas.

A quarta observação é sobre a fala interminável do professor

Todo professor fara pra caramba (eu sei!). Às vezes isso faz parte, claro. Mas o ensino moderno (não o das escolas) leva o professor a ouvir mais do que falar. Isso é perfeitamente possível, já que escrever não necessita de regras, então o professor não tem que ensinar praticamente nada, apenas ir relaxando o aluno e permitindo que ele escreva como ele fala. Os alunos gostam muito de perceber que estão podendo falar, se exprimir – isso é muito bom, e serve para alunos de qualquer idade!

 

 

No caso do aluno que estava no parque, ele estava enrijecido da cabeça aos pés, mal respirava, e fazia a redação ali do lado do professor reproduzindo o jeito complicado de escrever que aprendeu na escola… 😦

 

E aí? preparado para resolver essa redação de uma vez por todas?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s