Não pode usar primeira pessoa na dissertação? Quem disse?

Isso quer dizer que você vai dar sua opinião, mas ninguém pode perceber que se trata da sua opinião.

Você tem que disfarçar.

Você é você, mas não pode parecer você.

mmm… loconfusouco, não é?

Mas é isso que se aprende nas aulas de redação dissertativa no Brasil… Uma orientação totalmente sem nexo e – pior – que vai levar você a se dar mal na redação.

Certa vez na Fuvest, os alunos encontraram uma questão de alternativas que apresentava um texto de Machado de Assis, com a opinião desse autor, sobre um assunto. Ele usava “eu” várias  vezes. Estava óbvio que se tratava de uma dissertação – dissertação significa “texto com a opinião do autor”. Só isso.

Dissertação não significa “texto em que não se pode usar ‘eu’ “!

O aluno deveria escolher o tipo de texto que estava ali na prova – narrativa? descrição? dissertação? Sei de aluno que ficou muito confuso, porque tinha sido “enganado” por professores que lhe disseram ser proibido usar “eu” na dissertação. Esse aluno errou a resposta graças a seus professores de português.

Imagina como fica a cabeça do aluno que aprendeu esse absurdo e vê redações que usaram “eu” consideradas ótimas redações pela Fuvest, por exemplo! Veja a primeira pessoa nesta redação aqui. E esta outra aqui… acho que você vai querer ler duas vezes – não vai acreditar! E no Enem? Tenho aqui uma redação nota 1000 que usou “nós” tranquilamente...

Aliás, acho que muita gente já viu provas que perguntam diretamente ao candidato (você!) o que ele pensa do assunto.

Você acredita que tem gente que não consegue fazer esse tipo de redação?! Tem gente que já está tão bloqueada que se você perguntar “qual a sua opinião?” ele vai responder a opinião dos outros! Ele morre de medo de ser ele! Ele não existe como ser pensante!

O quê? Você é assim?! Mas… e se te perguntarem diretamente a opinião? Vai perder mais um ano?!

Sabe o que eu acho dessa história? Que usar “eu” é para quem tem personalidade, quem assume aquilo que diz. E nosso ensino educa os jovens a se esconderem, a copiarem o que os outros dizem, a nunca se bancarem.

A não terem personalidade. E isso vai para o resto da vida – já desbloqueei bastante gente já graduada em faculdade…

Faço uma ressalva em relação ao Enem que decidiu que as redações devem ser impessoais, o que significa que nelas não se deve usar a primeira pessoa do singular. É uma decisão do Enem,e eles preferem que o candidato cite posições universais – se se pode dizer assim -, pouco discutíveis, e que resultam nas redações mais expositivas, que vocês tem visto entre as melhores que eles publicam.  É opção deles, e por isso eles deixam claro no edital –  não é regra de dissertações, é uma preferência deles. Mas observe que isso não proíbe o uso de “nós”, que pode ser encontrado em redações nota 1000 do próprio Enem, ok?

Curto e grosso: pode usar “eu” em dissertações, pode usar primeira pessoa! Ela existe para ser usada, vamos parar com essas tolices!  Se você ainda continua com medo, dê uma lida nisto aqui

PROMOÇÃO – corre!

Que outro bloqueio você tem? Escolha aqui…

Áudio de desbloqueio com 1 hora de duração por R$ 40!

Anúncios

25 respostas em “Não pode usar primeira pessoa na dissertação? Quem disse?

  1. boa noite, o tema de um concurso pedia um texto em prosa que você falasse de 3 altitudes de cunho pessoal sobre violência. o que você acha em 1 pessoa ou 3 pessoa a redação?

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Heltomar, bem, “atitudes de cunho pessoal” é uma expressão estranha…estava escrito assim mesmo lá? “cunho pessoal” é para quando algo tem a sua marca pessoal, entende? Algo que é bem típico dessa pessoa. Então não sei como te responder, mas “cunho pessoal” só pode envolver primeira pessoa, concorda? Mas não sei como foi pedido na prova. Obrigada por passar por aqui. 😀

      Curtir

      • a proposta era essa:

        considerando-se a “carta por um mundo sem violência” redija um texto em prosa, em que você defenda a adoção de 3 conduta de cunho pessoal que possam contribuir para a paz em sua comunidade local.

        esse era o tema, o que você acha ?

        Curtir

        • ah, sim, condutas que sejam marcadas por motivações pessoais. E fica claro que não dá pra falar de condutas SUAS usando a terceira pessoa né? É fácil, vc não achou?

          Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s